Ciro leva professores de Cocal dos Alves para encontro com Ministro

A experiência de parceria entre duas escolas de Cocal dos Alves , no  Piaui,   reconhecidas por seus alunos premiados em olimpíadas de conhecimento, foi apresentada esta semana ao ministro da Educação, Fernando Haddad, pelos professores Antonio do Amaral Cardoso e Raimundo Alves  e pelo estudante Sandoel de Brito Vieira .   

Em  Brasília  trazidos pelo Senador Ciro Nogueira(PP/PI) , eles foram levados pelo parlamentar ao encontro com  o ministro  para falar sobre  o sistema de ensino das instituições .  O encontro   abriu  caminho para o ingresso das  duas escolas no programa Mais Educação,  que possibilitará ampliar o tempo dos estudantes na escola com atividades culturais, esportivas, reforço escolar, alimentação.   Junto com o ingresso na educação integral, as duas escolas públicas de Cocal dos Alves vão receber laboratório de informática, conteúdos digitais e a capacitação dos professores, ações do MEC que integram o Programa Nacional de Tecnologia Educacional (Proinfo). O Ministério da Educação também vai enviar recursos para a construção de uma quadra de esportes para os estudantes da Escola Estadual Augustinho Brandão. A escola terá um prédio novo em agosto, mas a obra não tem a quadra esportiva.

“Estivemos em uma audiência com o Ministro da Educação de mais de 2 horas onde ele quis saber tudo sobre o os professores e saímos com vários investimentos para a escola, alunos e professores de Cocal dos Alves. Fiquei muito feliz com o Ministro tentando aprender com nosso heróis de Cocal dos Alves”.

Experiência de sucesso

Em Cocal dos Alves, pequeno município do norte do Piauí, estudantes do ensino médio da Escola Estadual Augustinho Brandão , recordistas de medalhas em olimpiadas de conhecimento realizadas no estado e em todo o país, são  protagonistas de uma experiência que une conhecimento  e  solidariedade . Bem-sucedidos em matemática, dez alunos da Augustinho Brandão são monitores na Escola Municipal Teotônio Ferreira, atividade que exercem no turno oposto ao das aulas regulares. De acordo com o professor  da matéria, Antonio Cardoso do Amaral, que leciona nas duas escolas, os monitores reforçam os conteúdos das aulas, repassam a matéria na véspera das provas e auxiliam os alunos que ficam em recuperação.

Antonio Cardoso,  explicou  que a orientação dos monitores é feita pelo professor Jurandir de Oliveira Lopes, da Universidade Federal do Piauí (UFPI), e o pagamento das bolsas é de responsabilidade da Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí, com quem as escolas assinaram convênio. Cada aluno recebe R$ 100,00 por mês pela monitoria. O desejo dos  dois  professores  é ampliar o quadro de monitores em número e disciplinas para atender turmas de sexto e sétimo ano do ensino fundamental, que registram as maiores taxas de reprovação.

Assessoria de Imprensa  Ciro Nogueira com Assessoria de Comunicação do MEC 

Marta Suplicy e Ciro Nogueira recebem vencedor da Olimpíada de Matemática

A vice-presidente do Senado, Marta Suplicy, recebeu nesta quarta-feira (29) o vencedor da 6ª Olimpíada Brasileira de Matemática dos Alunos das Escolas Públicas (Obmep 2010), Sandoel de Brito Vieira, de 17 anos, que recebeu a medalha de ouro no nível 3, para alunos do ensino médio. Ele estava acompanhado pelo senador Ciro Nogueira (PP-PI) e pelos professores Antônio Cardoso do Amaral e Raimundo Alves de Brito.

O estudante Sandoel é natural de Cocal dos Alves (PI), município que levou quatro das cinco medalhas obtidas pelo Piauí na disputa. Também é de lá o atual campeão do concurso Soletrando 2011, de uma emissora de TV que testa a capacidade de soletração dos estudantes. Antônio do Amaral credita o sucesso das escolas do município ao trabalho conjunto entre os professores e os alunos, que aceitam os desafios impostos e acatam a ideia de que a educação é o bem mais precioso, a única porta para o bem-estar.

Sandoel, medalhista de ouro, também foi o primeiro colocado no vestibular da Universidade Federal do Piauí para Matemática, além de ter sido aprovado para Engenharia Civil na UFPI, na Universidade Estadual do Piauí e pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), por meio da nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

- Ele escolheu Matemática. O nível dele é altíssimo, vai virar professor universitário no mínimo - explicou Antônio.

 Elina Rodrigues Pozzebom / Agência Senado

Ciro traz a Brasília professores e aluno de Cocal dos Alves

Destaques em olimpíadas de conhecimento, aluno e professores visitaram o Senado.

Orgulhoso do sucesso de Cocal dos Alves em olimpíadas de conhecimentos e ciente de que bons exemplos têm que ser seguidos, o senador Ciro Nogueira (PP/PI) presenteou professores e um dos estudantes premiados com uma visita à Brasília e ao Senado nesta quarta-feira (29).

“O exemplo de Cocal merece ser estudado. Trouxemos os professores e o estudante Sandoel  aqui para que todos conheçam o trabalho e o esforço dessas pessoas que mesmo vivendo em uma cidade pequena do interior têm alcançado resultados tão positivos na educação”,  disse.

Acompanhados do senador, eles estiveram na Comissão de Educação e visitaram a Presidência  da Casa, onde encontraram a presidente em exercício, senadora Marta Suplicy,  que perguntou aos professores qual era o método que fazia toda a diferença no educação de Cocal.

Sem segredos

A cidade de Cocal dos Alves, no Piaui é um fenômeno quando se fala de educação. Com 20 escolas, a maioria do ensino fundamental, a cidade de pouco mais de cinco mil habitantes vive da agricultura.  Com condições básicas de infraestrutra, e contrariando as expectativas, Cocal é berço de campeões em competições de conhecimento. Na última edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas, quatro estudantes de Cocal dos Alves conquistaram medalha de ouro, superando em desempenho 11 estados brasileiros. E as conquistas não ficaram por aí, o vencedor deste ano, do quadro soletrando do programa Caldeirão do Huck, saiu da cidade.

Estudo que leva longe

Entre as histórias de sucesso, a do universitário Sandoel chama a atenção. Sandoel de Brito Vieira, de 17 anos estudou a vida toda nas escolas da cidade e passou em primeiro lugar no vestibular de Matemática da Universidade Federal do Piauí. Em entrevista à TV Senado, perguntaram-lhe sobre o segredo do sucesso nos estudos e o menino respondeu que um dos  caminhos é estudar com afinco.

“Os professores conquistam a confiança dos alunos, trabalham juntos e nós passamos a tomar gosto pelo estudo. Nos reuníamos para estudar e com muita dedicação conseguimos alcançar nossos objetivos”, contou o estudante.

Mas, o sucesso desses alunos tem um nome: professor Antônio Cardoso do Amaral. Ele ensina matemática nas duas escolas de onde saíram os campeões. Um trabalho que desenvolve junto com outros professores e que tem dado bons resultados.

“Não existe diferença nenhuma no sistema de ensino de Cocal. O que existe é um grupo de professores que compartilham informações e acreditam que a educação é o único caminho para o bem-estar social”, disse o professor.

Um dos colaboradores nessa empreitada pela educação de qualidade é o professor Raimundo Alves, que também esteve em Brasília conhecendo o Senado. Nos últimos seis anos, sob a orientação dele e dos demais professores, os estudantes de Cocal dos Alves conquistaram 120 premiações em Olimpíadas de Matemática.

Após o encontro no Senado, professores e alunos fizeram um tour pela cidade e almoçaram num restaurante à beira do Lago Paranoá, cartão postal da capital. Ao final da visita, o senador Ciro disse que  vai continuar trabalhando para que a educação seja prioridade nas políticas públicas  adotadas no país.

- A dedicação desses jovens professores é digna de aplauso. Iniciativas como essa só tem a acrescentar à educação do país, elogiou o senador.

Ciro é eleito vice-presidente da CPI do Ecad

Na sessão de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), nesta terça-feira (28), o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) foi eleito presidente do colegiado, e o senador Ciro Nogueira (PP-PI), vice-presidente. O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) foi designado relator. O colegiado será formado por 11 senadores titulares e seis suplentes.

A primeira sessão da CPI foi marcada para a próxima  terça-feira, 5 de julho, às 14h.

A CPI se destina a investigar, no prazo de 180 dias, denúncias de irregularidades que teriam sido praticadas pelo Ecad na arrecadação e distribuição de recursos de direitos autorais. A comissão de inquérito investigará, ainda, denúncias de abuso da ordem econômica e prática de cartel e também discutirá o modelo de gestão da entidade.

O Ecad é uma sociedade civil, de natureza privada, instituída pela Lei Federal 5.988/73 e regida pela Lei 9.610/98. Tem sede no Rio de Janeiro e 25 unidades arrecadadoras. Segundo Ciro Nogueira, além de investigar as denúncias e buscar a transparência dos trabalhos da entidade, a CPI vai suscitar importante discussão em torno da lei que rege os direitos autorais no Brasil.

Ass. de Imprensa, com Agência Senado

Ciro apresenta projeto que beneficia deficientes visuais

O senador Ciro Nogueira (PP/PI) apresentou nesta terça-feira (28) um projeto que vai beneficiar os deficientes visuais. A proposta (PLS 361/2011) estabelece a isenção permanente do Imposto de Importação (II) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) incidentes sobre impressoras de caracteres Braille.  Segundo o senador, atualmente as alíquotas do Imposto de Importação (II) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para as impressoras Braille estão zeradas, mas não há impedimentos que a qualquer momento elas sejam modificadas para agravar tanto as importações como a fabricação e comercialização no mercado interno.

“A aprovação do projeto vai garantir maior segurança jurídica à matéria, sedimentando o caráter social e inclusivo das isenções”, observou.

O projeto de Ciro pretende assegurar a produção de documentos impressos pelo Sistema Braille que, de acordo com o senador, é de extrema importância para centenas de milhares de brasileiros que sofrem de deficiência visual severa. Ciro ressalta que, apesar de existirem leis que estabelecem a política oficial para acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência, poucos órgãos de Governo adaptaram plenamente as páginas de internet para uso dos deficientes visuais. Ele cita dados da Organização Mundial da Saúde mostrando que a cegueira atinge de 0,3 a 0,5% da população brasileira tornando essas pessoas dependentes de produtos especiais.

“Embora algumas páginas da internet – o meio moderno de comunicação, por excelência – permitam condições de acessibilidade, o material impresso no Sistema Braille ainda é o mais comum e abrangente à população com algum tipo de deficiência visual severa. A leitura em Braille é fundamental para permitir aos portadores de deficiência visual severa o acesso a áreas como educação, lazer, trabalho, religião e saúde, tratando-se do método mais usual e difundido para aquisição de informações”, frisou o senador.

Em sua justificação, Ciro considera que o aumento na quantidade de impressoras Braille vai permitir maior divulgação de informações especificas para a população portadora de deficiência visual severa e isso, segundo ele, deve fazer crescer um mercado que até poderá estimular a indústria eletrônica nacional a produzir dispositivos similares no Brasil.

Para o senador, a transcrição ou adaptação de textos para o Braille gera oportunidades de mercado que incluem os portadores de deficiência visual severa na produção e revisão de livros infantis, didáticos e literários; cardápios, manuais, catálogos,  jogos acessíveis, extratos bancários, contas de consumo, bulas, boletos, faturas e tantos outros produtos.

Ciro Nogueira participa de caminhada em apoio a PEC 300


Na manhã desta segunda-feira (27), o senador Ciro Nogueira (PP/PI) participou  em Teresina de  uma caminhada  em favor da PEC 300, proposta que tramita no Congresso Nacional e que equipara os salários de todos os militares do Brasil com os pagos atualmente aos policiais do Distrito Federal.

A caminhada que teve sua primeira edição no ano de 2009, reuniu a categoria (militares e oficiais) e teve concentração em frente a Assembléia Legislativa do Piauí. Na oportunidade, o senador Ciro Nogueira se manifestou todo o seu desejo  e empenho para a  aprovação da Proposta de Emenda Constitucional.

“ Precisamos mostrar que esse movimento não morreu e que ele não é apenas um anseio dos policiais, mas sim de toda a sociedade. A hora da votação chegou e precisamos de uma resposta. Esse engajamento é fundamental para que seja visto por todos que o movimento está vivo. Contem com o meu apoio no Congresso”, destacou o senador.

Além do Ciro Nogueira também participaram da caminhada  o deputado estadual Firmino Filho (PSDB) e os vereadores R.Silva (PP) e Edvaldo Marques (PSB) e o deputado federal Mendonça Prado (DEM-SE).

 Ciro Nogueira destacou ,ainda,  que essa proposta de emenda à constituição é uma de suas grandes lutas. “A aprovação vem contemplar todo o esforço e o acordo dos líderes de partidos sobre a proposta”, explicou Ciro.

    soundclound

Ala Senador Teotônio Vilela Gab.01 - CEP 70165- 900
Brasília - DF Tel.: (61)3303-6187/6185 
Fax: (61)3303-6192
E-mail: ciro.nogueira@senador.gov.br